segunda-feira, 31 de dezembro de 2007

FELICE 2008!!!!

Simplesmente mais um dia! Que estejamos na presença do Senhor! Gesù grazie.

Fiz um buraco no meu blog!

Mio blog http://gesumiodio.splinder.com/ sofreu uma ruptura no instante que apaguei um post. Vou contar: escrevi um pedido de desculpas a um bloguista do splinder visto que no comentário pensei ter trocado piú por mai, mudando assim o sentido de toda a frase, ..., não encontrava o blog onde tinha deixado o comentário, tudo foi feito baseado em rascunho e na minha cabeça!!!! gente é a minha cabeça!!!! ..., passaram alguns dias e me lembrei aonde tinha guardado o nome do blog, ..., eu não tinha trocado piú por mai, nem ao menos escrevi qualquer um deles, ... Acreditam!!! Foi aí que decidi tirar aquele pedido de desculpas, apaguei, ficou um buraco negro no meu blog, horrível, ..., podem me ajudar!!!!! como posso tirar aquele espaço!!! Minha cabeça, ó minha cabeça, que faço contigo?

domingo, 30 de dezembro de 2007

O espelho estava ao meu lado!



Hoje, domingo, fui adorar ao meu Deus, Jesus Cristo, e sentada no banco, ao meu lado direito, uma senhora ... apresentação de Natal pela juventude ... concomitan- te sucediam fatos contrários a adoração a Deus ao lado e à frente. Ali estava se travando uma batalha, não só carnal, mas principalmente espiritual, ..., em oração, sempre, Jesus me fez vislumbrar a claudia, o quanto de igual ela era ... e me fez ver o filme da minha vida, rapidamente, ... e me trouxe um aperto grande no meu peito e choro aos meus olhos ... e a certeza do Seu perdão. Ali eu vi a Vitória de Jesus.

sábado, 29 de dezembro de 2007

Praia!


Bem cedo, por volta das 8:00 h, andei no ponto onde as ondas beijam a areia, com força, com paixão, revolvendo a areia e tornando a água marrom, ... , de um ponto a outro, e vi ... eu vi o quão pequeno somos e o que um tombo faz com a soberba e o orgulho ... eu vi o que a luz do sol, em toda a sua potência, mostrou no que a sombra quis ocultar, ..., eu vi poses sendo desfeitas ... eu vi a miséria do homem. (estou incluída). Vi a Glória de Deus!



quarta-feira, 26 de dezembro de 2007

Quando as cores se misturam!

Quando as cores são definidas, como os traços retos e delineados, também como pensamentos claros, você pode até "antever", se "preparar", "saber" ... mas as cores se misturam e trazem nuances, trazem sombra, trazem nuvem, ... de repente é falta de luce ... quando a escuridão, como um véu, cai, não existe cor ... preciso de cor, cor definida, cor de alegria, cor de prazer e viver, cor de sorrir e amar e me deleitar, ...

segunda-feira, 24 de dezembro de 2007

Buon Natale.


FE LIZ NA TAL E UM ANO NOVO CHEIO DE NOVI DA DES TUDO SEJA DEBAIXO DAS BENÇÃOS DE JESUS.

domingo, 23 de dezembro de 2007

Era verdade!


Após um período de esquecimento e outro de tentativas frustradas ao telefone, finalmente ontem consegui falar com o doutor do dog, e no exame de sangue constatou que ele estava àquela época (20 dias já passados) com um infecção. Não era fingimento, estava realmente doente, posso dizer que com toda certeza e autoridade que a mão do meu Deus o curou, e glorifico e agradeço a Jesus por ter sido misericordioso com o meu animalzinho e comigo.
(vide "a arte de enganar a minha dona")

sábado, 22 de dezembro de 2007

SOS GLOBAL.


Parte do treinamento no Corpo de Bombeiros. Foi o máximo!!!!!!! Uma diversão ... sem tirar a responsabilidade e a seriedade das situações que se apresentarem, mas estando pronta e preparada para elas. Foi muito bom, proveitoso e divertido. Sou eu!!!!!!!!!!

quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

Claudia do avesso.

Estamos chegando ao fim de mais um ano, o tempo voou ... e em retrospectiva vejo que corri aos trambolhões, acho que muitos tropeções, mas Jesus me sustentou e graças a sua misericórdia não houve quedas, senão sustos. Louvo a Jesus Cristo meu Senhor por ter estado comigo o tempo todo e oro para que se faça a vontade dEle para glória de Seu grande Nome.

quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

Elétrica.


Correria pela manhã, já as gargalhadas, ... nervoso acho, beijei muito meus pais, iam viajar, e saí voada para o trabalho, a adrenalina estava a mil, e o filtro sem água, aquele garrafão enorme ali no chão me tentando ... e foi assim ... pegar o garrafão foi fácil, lavar mais ainda, ..., preparado, limpinho, só faltava virá-lo no suporte ... não tive perícia nem força, voou ... água por todos os lados, entrou nas salas, nos corredores, ... bom tive onde canalizar minha energia, e continuo rindo...

sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

Quando o eco do silêncio descobriu o eu.


Quando foi revelada a imagem do eu no silêncio da tua palavra, ..., quão horrível, quão desprezível, quão ... quão ... quão ... muitos os quãos do egoísmo, do autoritarismo, da ira, do orgulho, ... preciso parar de me ver revelada na face obscura do silêncio.

quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

Começou e ainda não terminou.


Minha cabeça está fervilhando, não pára, nem um minuto sequer. Pior é que as hipóteses, probabilidades, teses, divagações, filosofias, ou que nome puder ter, são as mais variadas possíveis e todas tomam corpo e acabam prejudicando a minha tranqüilidade. Hoje, depois de muitos anos, minha barriga se encheu de ar, está enorme, de tanta ansiedade que eu engoli. Não foi só isso que engoli, mas minha vontade, meu orgulho, meu querer, meu egoísmo ... Jesus fica comigo!

terça-feira, 11 de dezembro de 2007

Cogliere em vez de cucchiaio

Tudo aconteceu, e acontece, bem rápido ... entrei no universo italiano por alguém especial e acabei com dois blogs ... postei algumas receitas, inclusive em blog próprio para esse fim, e visitando aquelas páginas me surpreendi quando as receitas não estavam mais ali ... bom, aprendi a não me lamentar, ao contrário, louvar sempre. Quis entender ... gente, vocês não acreditam no que eu fiz, todas as cucchiaio (colheres) viraram cogliere (ato de colher), ..., estão rindo de mim????????!!!!!!! Também eu ri muito ... com a certeza que este erro não se repetirá, ..., pelo menos este!

sábado, 8 de dezembro de 2007

quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

Quando acabou o medo ...


Comecei a amar ... aprendi a ajudar ... tive paz para esperar ... enxerguei a amizade ... pude sorrir do erro e tentar de novo ... consegui me mover ... e sair da mesmice ... experimentei o novo ... correr e pular de alegria ... mudei meus conceitos e a minha mente se renovou ... nessuna paura.

terça-feira, 4 de dezembro de 2007

Me sinto observada!

É bem minha cabeça ... de repente parece que alguém me observa, pensei fosse o "pirata", mas como já decidi que ele não o é, ... talvez o príncipe encantado, mas este também não existe, já o descartei na infância ... é mais provável um novo castelo preste a ruir, não sei se felizmente ou infelizmente ... descobri que não tem mais importância saber.

segunda-feira, 3 de dezembro de 2007

Dançando!



Um sonho de menina: dançar! Queria ter sido uma bailarina. Vou contar um segredo, com a idade que estou, nos meus cinquenta anos, fui fazer um workshop de dança moderna. Foi o máximo, não fiquei muito atrás das meninas que ali estiveram. Os exercícios muitos já os conhecia e outros gostei tanto que os incorporei na série de ginástica matutina. Um conselho, dancem, é muito bom.

sábado, 1 de dezembro de 2007

A arte de enganar minha dona?!



Começou a tossir, levantar a patinha, te olhar com aquele olhar tão triste ... de repente gania como se o estivessem matando ... de manhã o mesmo quadro ... fomos ao veterinário ... manhã perdida ... já haviam dois na frente, mas algumas revisões e outras vacinas, ... coloca na mesa, corta as unhas, ... notei que parou o choro ... enquanto aguardava aproveitei para escová-lo... incrível ... nada de ganido, na verdade nada de nada, ... , inacreditável, ... precisa dieta, é verdade, apresentou também um sopro no coração ... mas o veterinário parecia tranqüilo, assim como o dog naquela mesa, ... , agora em casa ... só observando!

sexta-feira, 30 de novembro de 2007

Danza





No ritmo da música



... é a vida!



É assim mesmo que estou com vontade de dançar,



... uma lerdeza de quem



não está nem aí.

quinta-feira, 29 de novembro de 2007

Pensei fosse um pirata!


Tudo começou final de outubro do ano de 200?. Foi assim ... Descobri um tal de skype. Um instrumento hábil e um meio fácil de economizar nos telefonemas DDD. Não parou aí ... não tinha muita desenvoltura, ainda, no sistema, quando começou a pipocar vários telefonemas ... o mundo ... dentro da minha casa! Os países pertinho ... descobri o tradutor on line, acreditam? Sabe, foi de repente, aquela voz ... timbre grosso, forte, ..., estrangeiríssimo, ..., pouco falava, monossilábico. Muito autoritário e não admitia réplica, muito menos tréplica. Foi aí que começou tudo ... A princípio pensei fosse um terrorista ... não, não estava claro ... as vezes parecia herói! De repente ... uma brigada ... poderia ser um sobrevivente da Grande Guerra... ledo engano. Talvez um contrabandista ... viajava muito a trabalho ... andava na selva... no mar ... talvez um pirata ... o mar seu tema preferido ... tudo se encaixava ... dias ... meses ... já aniversariou ... me sinto observada ... será imaginação ... mas pirata com toda certeza não é, mas de repente ...

quarta-feira, 28 de novembro de 2007

Descobri que não sou cinderela e que não existe príncipe encantado.


Contava uns quatro anos, não mais, já estava na escola e era muito esperta, extrovertida e metida. As professoras conversavam entre si quando fui desperta dos meus afazeres por uma frase dita: " - poderia haver uma representação pelas crianças da história da Cinderela". Foi o bastante. Começou aí... Decidi que eu seria a Cinderela. Já me sentia a Cinderela, com roupas esfoaçantes, e lógico, tinha que ter um príncipe encantado. Sonhei ... Mas o sonho começou a tomar corpo, talvez um vestido rosa, bem rodado, sapatilhas brancas, ... perguntava sempre para professora que me respondia ... vagamente um talvez ... mas para mim já era certo ter o teatro e eu iria ser a Cinderela, não poderia ser outra. Falei com a mamãe com tal convicção que teria que fazer o vestido para a peça que, vocês não vão acreditar, ganhei o vestido rosa. Não parou por aí. Levei para escola. ... Advinharam ... descobri que não era a cinderela e não existia um príncipe encantado, muito menos foi avante o teatrinho para esse tema. Não fiquem tristes, em uma outra oportunidade conto que eu fui flor em um jardim